Crie seu site de vendas diretamente no Facebook

Por: Jean Macedo
Publicado na revista Facebrasil em Agosto de 2012


Esta semana li uma reportagem sobre uma americana, Mandie Miller, que após o nascimento do primeiro filho, foi obrigada a abandonar seu emprego de repórter para cuidar da criança. Como estava em casa passou a fazer bolos e tortas para amigos, apenas por diversão. Depois de um tempo a resposta foi tão positiva que em 2009, Mandie começou o seu pequeno negócio de tortas.


Mandie criou um site para sua empresa e cerca de cinco meses depois sua irmão criou uma página no Facebook para a empresa e a partir desse momento o negócio começou a crescer. A quantidade de pedidos mais que dobraram e agora Mandie já não consegue atender toda demanda.

A empresa de Mandie é parte de uma nova onda de comércio on-line: F-commerce. Especialistas em redes sociais dizem que o termo foi cunhado em 2009 para descrever o crescente número de empresas que vendem através de uma página do Facebook. Payvment, uma start-up que fornece suporte para transações comerciais do Facebook, diz que tem 170.000 clientes e está fechando contratos com cerca de 1.500 lojas uma semana, a maioria com menos de cinco empregados.

O aumento de F-commerce tem sido em grande parte aleatório, algo que o Facebook não instiga ou promove. Um porta-voz se recusou a discutir o fenômeno, exceto a reconhecer, "Os varejistas estão experimentando em várias maneiras."

Pesquisa recente divulgada pela Forrester revela que pequenas empresas parecem ter mais sucesso no Facebook que as grandes empresas. As empresas que mais se beneficiam, segundo a pesquisa, geralmente têm menos de US$ 100.000 em receita e menos de 10 trabalhadores. E por outro lado, empresas como GAP, Nordstrom e JC Penney fecharam suas lojas no Facebook nos últimos 12 meses. Segundo a pesquisa porque o site dessas grandes empresas proporcionam uma melhor experiência para o consumidor.

Mas nem tudo são flores, o Facebook pode apresentar desafios para empresas de todos os tamanhos.  Segundo a empresa de pesquisa eMarketer, alguns consumidores não se sentem seguros de comprar diretamente de uma loja Facebook e os empresários devem estar conscientes de que eles não possuem suas páginas no Facebook – O Facebook as possui, e desta maneira, pode alterar a aparência e as regras sempre que quiser ou achar necessário.

É fácil para uma pequena empresa abrir uma loja Facebook. Primeiro você cria uma página em nome de empresa, carrega fotos do produto e adiciona funções comerciais. Lembre-se de sempre procurar formas de diferenciar a sua loja das demais, como todas as lojas estão sob o “domínio”do Facebook a tendência é que todas tenham a mesma aparência.

A personalização de página é feita através da instalação de aplicações que permitem aos clientes comprar na loja, participar de concursos ou ver um menu, por exemplo. Aplicativos criados pelo Facebook ou terceiros estão disponíveis para uso, ou se você necessitar algo mais pessoal, aplicativos podem ser desenvolvidos.

Não esqueça de usar o seu toque pessoal, ao contrário de grandes empresas, pequenas empresas podem desenvolver relações mais pessoais com os consumidores. Essa é sua vantagem, faça bom uso dela.

Um abraço

    Thanks for visiting my website. Hope you like it.

    Copyright 2012 - All rights reserved.